Juntos somos mais fortes

Ei,

Com a aprovação da PEC 2822016, as coligações em eleições proporcionais ganharam uma data para acabar, 2020. Por um lado, cientistas políticos comemoraram, pois consideram um avanço substantivo no nosso sistema eleitoral, por outro lado, a criatividade brasileira perde espaço de expressão.

Coligações.

“Unidos para vencer”, “Unidos Venceremos” se destacam entre outros tantos nomes inspiradores. Aproveitemos 2018, enquanto essas pérolas ainda estarão permeando a política Brasileira.

Será que depois da eleições os parlamentares eleitos aproveitam os laços criados nas eleições e se unem para trabalhar em conjunto?

Número de Autores.

Analisando os Projetos de Lei Ordinária apresentados desde 2015, nota-se que o atual Congresso é bem individualista quando se trata de apresentação de Projetos de Lei. Somente 2% das proposições apresentadas na Câmara e no Senado possuem mais de um autor.

Trabalho Escravo

Na última semana, a polêmica portaria 11292017 do Ministério do Trabalho levantou o debate sobre como o Brasil está ou deve estar tratando esse grave problema. Inclusive, levantou-se a questão que essas regras, devido à sua sensibilidade e gravidade, deveriam ser regulamentadas por lei ao invés de portarias.

Discursos sobre Trabalho Escravo.

Porém, é um tema que estava fora do radar dos parlamentares, até então. Analisando os discursos proferidos no plenário da Câmara dos Deputados, percebe-se que desde 2015 esse assunto pouco apareceu. O pico de discursos sobre o tema ocorreu em 2012.

Discursos sobre Trabalho Escravo desde 2015.

Analisando com mais profundidade os 239 discursos que falaram sobre o tema desde 2015, percebemos que o principal partido que tocou no tema foi o PT, seguido do PSOL.

Considerando os deputados, os que mais tocou no assunto foi o deputado Edmilson Rodrigues do PSOL/PA.

Até a próxima semana com mais insights.

@_oliveiradanilo

sigalei na mídia

sigalei aparece no mapa de Lawtechs do Brasil criado pela AB2L (Associação Brasileira de LegalTech e LawTech)

Sócio-fundador do sigalei, Ivan Ervolino, no Correio Braziliense comenta sobre a fidelidade dos parlamentares ao governo Temer, afastando a chance da denúncia ser aceita na Câmara.


comments powered by Disqus