Sigalei conquista o 2º lugar no Prêmio Marco Maciel

O Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves, na Praça dos Três Poderes, em Brasília, recebeu, na noite desta última terça-feira (25 de setembro), uma grande celebração dos mais caros princípios republicanos. Empresas e instituições que contribuem para validar a transparência da res publica foram homenageadas. Foi a entrega do Prêmio Marco Maciel: Ética e Transparência entre o Público e o Privado, uma iniciativa da Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais (Abrig). A sigalei foi uma das finalistas e conquistou o 2º lugar na categoria Instituição Privada.

“O prêmio Marco Maciel reconhece as iniciativas e realizações que aproximem Estado e sociedade, sempre com ética e transparência. Esse brasileiro é um exemplo para todos nós. Se, em 1984, tivesse sido aprovado o projeto que ele apresentou (sobre a regulamentação da atividade do profissional de Relações Institucionais e Governamentais) ou se tivéssemos alguns outros “Marcos Macieis”, o Brasil seria diferente”, destaca o presidente da Abrig, Guilherme Cunha Costa.

Para concorrer ao prêmio, a sigalei apresentou o case “A sigalei e a nova democracia digital”, no qual relata a trajetória da empresa, criada em 2016, e que se tornou referência em monitoramento legislativo dos trabalhos do Congresso Nacional e também de assembleias estaduais e câmaras de vereadores em todo o País.

“A iniciativa de um prêmio como esse reforça a importância do compliance como prática fundamental para empresas e associações, tanto públicas quanto privadas. O Brasil está avançando para um processo de institucionalização mais robusto em todos os níveis. Para nós, da sigalei, é uma vitória que mostra como estamos alinhados com os princípios da Abrig. Entre eles, o de promover a ética e a transparência”, destaca o cientista político e co-founder da sigalei, Ivan Ervolino, que foi a Brasília para a premiação.

Guilherme Cunha Costa também ressalta a relevância do trabalho realizado pela empresa. “A Sigalei tem feito um trabalho belíssimo de aproximar a sociedade e autoridades e está absolutamente de parabéns pelo reconhecido prêmio que ganhou.” Ao todo, foram cinco categorias premiadas. A Fundação Centro de Referência em Tecnologias Inovadoras foi a vencedora na categoria Instituição Privada. A Embrapa, a Confederação Nacional dos Municípios, o jornal O Estado de S. Paulo e o Instituto de Desenvolvimento Educacional FGV foram os vencedores, respectivamente, nas categorias Instituição Pública, Sociedade Civil, Jornalismo e Ensino. “Participar e ser finalista da um prêmio tão importante quanto o Marco Maciel nos incentiva a avançar, cada vez mais, na busca por soluções para os nossos clientes e parceiros, sempre focando a transparência nas relações entre o público e o privado”, afirma Ivan.


Fabio Ventura

Fabio Ventura

Jornalista. Já trabalhou no jornal O Estado de S. Paulo, TV Integração, TV Tem e EPTV. Conquistou os prêmios Abag de jornalismo (3 vezes), Sebrae, Mapa e Senac.

comments powered by Disqus